O dia que briguei com a secretária do governador

18 de dezembro de 2018

Vamos fazer uma pequena viagem no tempo?

O ano é 2013 e estou como presidente da Adep – BA.

O desafio: Conseguir uma (inédita!) audiência com o Governador do Estado.

Jacques Wagner ocupava a cadeira nessa época.

A pauta: Luta pelas nomeações, junto com a comissão de aprovadosAprovação de um projeto de cargos e salários – que até hoje está na Alba (e continuaremos a lutar para ser aprovado)

Na semana do defensor público, durante a campanha nacional da Anadep (da qual eu era uma das diretoras), o nosso Governador foi um dos premiados pela Adep/BA.

O projeto premiado previa 5% das vagas das empresas que estavam construindo o novo estádio da Fonte Nova para os presos em regime fechado e egressos. 

No dia da entrega dos prêmios (o deputado Álvaro Gomes e o Pastor Barbosa também receberam), a secretária particular do governador ligou informando que ele não poderia ir.

Em seu lugar, ela mandaria o Secretário de assuntos penitenciários, Nestor Duarte. 

Espumando de felicidade (#sóQueNão #sqn), respirei fundo e educadamente informei a ela que a presença do Secretário seria muito bem vinda….

… mas que NÃO íamos lhe entregar o prêmio.

E finalizei dizendo nós queríamos encontrar o Governador PESSOALMENTE. 

Ela desligou de maneira bem educada (para não dizer o contrário) e eu fiquei alguns minutos paralisada e rezando para Todos os Santos para isso não acabar mal.

Como já esperado, o Secretário compareceu na audiência pública. E saiu de mãos vazias. 

Nós não entregamos o prêmio a ele.

No dia seguinte tivemos um evento comemorando o dia do defensor público e a posse dos novos conselheiros.

E… adivinha quem estava lá…. ?

Isso mesmo, acertou!

O nosso ilustríssimo governador!

Eu e ele ficamos na mesma mesa de autoridades. 

Encerrada a cerimônia, ele veio até mim (com uma cara de “poucos amigos”) e perguntou o porquê da “briga” que eu tive com a secretária dele !!!!! 

Eu confesso que tomei um choque com a pegunta, mas não desci do salto.

Me mantive calma e serena (bem…por dentro eu tava quase Explodindo de nervosa!) e expliquei o ocorrido.

Deixei claro que não era desfeita com o secretário, mas reforcei que o desejo da nossa classe era que ele, nosso governador, recebesse o premio pessoalmente.

A cara fechada transformou-se imediatamente num belo sorriso (UFA! Me safei!)…

… então ele disse queria muito receber o prêmio. E que iria marcar uma reunião com a Adep (YES!!!).

Promessa feita, promessa cumprida. 

Algum tempo depois a minha “super-amiga” secretária me ligou e marcou a reunião com o governador, mas que duraria apenas 30 minutos. 

Foi assim que em 07 de novembro de 2013, pela primeira e única vez até hoje a Adep foi recebida pelo governador do estado.

Ah… detalhe:

A reunião durou mais de 1h 😛

Soraia, porque você está me contando essa história?

1. Porque tenho muito orgulho do tempo que estive à frente da Adep 
2. Porque ela diz tudo sobre a importancia de OUVIR
3. Porque eu AAAAMO contar essa história! 

Veja bem….

Se nosso governador tivesse apenas escutado a versão da sua secretária (até hoje não sei bem qual foi)…

… talvez ele tivesse fechado as portas completamente para Adep e para nossa pauta de reinvidicações.

Mas ele foi sábio o suficiente para, mesmo de “cara amarrada”, ouvir de mim o que aconteceu, sem intermediários, sem “fofoca”, sem “telefone-sem-fio”.

Depois, foi a vez dele retribuir ouvindo o que a Adep tinha a dizer, pela primeira vez na história. 

Seja na Adep, na Anadep, no exercício diário da minha profissão e, mais recentemente, frente a coordenação dos defensores do interior…

… eu cada vez mais tenho convicção da importância de OUVIR tudo e todos, por mais duro e difícil que de vez em quando possa ser.

Por isso, nesse nosso diálogo sobre o futuro da Defensoria e dos Defensores…

Sou. Toda. Ouvidos.

Um forte abraço,

Soraia Ramos
Defensora Pública
“Ouvir, Cuidar e Lutar”
soraiaramos.com
71 99124-6446 (Whatsapp)

PS: Estou simplesmente ENCANTADA com a quantidade enorme de e-mails, mensagens pelo whatsapp, ligações e conversas que tive depois do meu último post.

O feedback tem sido maravilhoso, as pessoas tem sido muito generosas e SINCERAS em suas colocações. Muito obrigada!

Além disso, já foram quase 60 respostas do questionário, que estão me ajudando a entender, rever ou reforçar minhas ideias e opiniões sobre os rumos da Defensoria

(Você ainda não respondeu? É só Clicar Aqui. É 100% anônimo e não leva nem 3 minutos!)

Ahh… e também fale comigo pelo whatsapp  :*